Archive for the Colaboração Category

Niver ID

Posted in Alerta I.D., É necessário orar!, Colaboração, Eventos, Mobilizações, Uncategorized with tags , , on agosto 12, 2010 by identidadeblog

PESSOAL!!!

SÓ PARA LEMBRAR VOCÊS QUE ESTE FINAL DE SEMANA, DIAS 14/15/16 ESTAREMOS COMEMORANDO O ANIVERSÁRIO DA ID – REDE IDENTIDADE.

VOCÊ ESTÁ MAIS DO QUE CONVIDADO(A) A IR. SEGUE O LINK PARA ESTAR COLOCANDO NOS ORKUTS www.lastframe.com.br/ftp/id2anos.jpg

VALE LEMBRAR TAMBÉM QUE   H O J E  VAMOS TER ORAÇÃO E A ÚLTIMA REUNIÃO ANTES DO EVENTO, ENTÃO, VOCÊ QUE ESTÁ ENGAJADO EM ALGUMA ÁREA, ESTAREMOS TE ESPERANDO, COMEÇARÁ AS 20HORAS.

VENHA, SEJA ABENÇOADO E ABENÇOE!!

Fiquem na Paz

PRI

SafeRio – Fotos

Posted in Colaboração, Consciência I.D., Eventos, Música, Mobilizações, Uncategorized on maio 12, 2010 by identidadeblog

Algumas fotos do SafeRio. Cortesia dos parceiros Rafael Novais e Lucas Vieira, que produziram as imagens.

Foi muito bom, fica o registro!

Preparando o ambiente...

Momento de oração antes de começar

Pr. Thiago orando com as bandas no backstage

Banda Sopro de Vida - uma das bandas que participaram do evento.

 

Roberts... rs

Caso Santos X Lar Espírita: Preconceito contra Evangélicos revelado

Posted in Artigos, Colaboração, Esporte, Evangelismo, Notícias on abril 9, 2010 by identidadeblog

A visita do Santos ao Lar Espírita Mensageiros da Luz se transformou em imensa celeuma na imprensa em função da recusa por parte de alguns integrantes do time de adentrarem o local, alegando convicções religiosas. Os jogadores sofreram disciplina do clube e linchamento moral da imprensa. Contudo, novas informações revelam que os evangélicos do time do Santos vêm sofrendo cerceamento do seu direito de livre exercício da fé e ainda são alvo de preconceito religioso por parte da direção do clube que não adota as mesmas medidas restritivas a outras religiões e ainda incentiva a prática da religião católica

Por Sheila Bastos

As expressões de fé e as confissões religiosas públicas sempre estiveram presentes no futebol. Mais do que isto: foram acalentadas pelo povo, cartolas e imprensa que viam com simpatia as manifestações religiosas de jogadores de futebol. Quantas vezes vimos atletas marcarem gol e comemorarem com um “sinal da cruz”? E os carrinhos que terminam em posição “reza em joelhos, com as palmas juntas das mãos?” Alguém nega que a maioria dos jogadores beija medalhas e santos ao entrarem em campo para jogar? Então perguntamos: Alguém se lembra de ter visto a imprensa ou os cartolas criticarem tais atitudes da expressão de fé católica? Certamente, não. Tudo o que vimos ao longo da história do futebol brasileiro é a rica e constante relação entre o exercício da fé católica e o esporte, marcado por padres benzendo taças, gramados e ainda orando com os times antes dos jogos. Contudo, quando as expressões de fé evangélicas ficaram mais comuns nos estádios, as críticas, o preconceito e as conclamações ao proceder laico no esporte viraram lugar comum.

Quem não se lembra das reportagens animadas dos programas de esporte na TV mostrando “pais de santo” fazendo despacho atrás das traves e nos cantos dos campos nos estádios do país? O que dizer da famosa frase do grande filósofo do futebol, Neném Prancha: “se macumba ganhasse jogo, o Campeonato Baiano terminava empatado”. Não seria esta uma enorme evidência desta relação próxima entre o esporte e a religião? Todos sabem que alguns times chegaram a ter “pais de santo” em sua folha de pagamento e a própria seleção brasileira (na década de 70-80) contava com um roupeiro, também encarregado oficial de pajelanças espíritas antes dos jogos. E o que a imprensa fazia sobre isto? Matérias de comportamento simpáticas e bem humoradas às vésperas das decisões de campeonato. Contudo, quando os jogadores da seleção brasileira decidiram orar ao Senhor, dando a Este toda a Glória da vitória obtida: imprensa, dirigentes, juristas, FIFA, empresas de marketing esportivo e patrocinadores orquestram verdadeira campanha de cerceamento dos evangélicos de sua liberdade de expressão religiosa.

Recentemente, o Portal Terra divulgou fotografias do vestiário do time do Santos que deixam muito evidente que o cerceamento ao exercício da Fé e às demonstrações públicas de religiosidade são restritas somente aos evangélicos. Católicos e espíritas recebem incentivo à prática religiosa, como atesta a fotografia que ilustra esta matéria, revelando a capelinha existente no vestiário do estádio do clube, obviamente nada ecumênica, onde os jogadores que assim desejarem podem fazer “reza defronte imagens” antes dos jogos, segundo o costume católico e espírita. Porém, aos evangélicosvale a regra do manual de conduta do jogador do Santos que veda as manifestações religiosas públicas no exercício das atividades esportivas ou oficiais do clube. Segundo consta, a regra foi feita sob medida para o volante Roberto Brum, evangélico notório e evangelista atuante no campo esportivo. Ou seja, o embate entre os jogadores evangélicos e a direção do clube é muito anterior ao episódio do Lar Espírita.

Espíritas em Campo (foto): Pai Santana, figura lendária do futebol nacional, era dublê de macumbeiro oficial e massagista do Vasco da Gama

Os direitos dos Evangélicos

O time do Santos foi levado a uma visita oficial (Atividade de Relações Públicas com a convocação da Imprensa) a um orfanato mantido por uma instituição religiosa Espírita. Ao serem informados que no local estaria em curso um ritual religioso alguns jogadores evangélicos decidiram não participar do evento.

Se de fato havia um ritual espírita em prática no momento da visita, teriam os evangélicos o direito de não querer adentrar no recinto? Estariam sendo menos caridosos com esta atitude? Faça esta pergunta a dez pastores evangélicos e esperem nove respostas de apoio a esta recusa e uma abstenção concedida ao politicamente correto.

Seleção em manifestação pública de fé em Deus.

Kaká testemunhando a Cristo para muitas nações.

Dois pesos e duas medidas

Para o Presidente do Santos, Luis Álvaro Ribeiro, ‘Amor ao próximo não tem a ver com religião’ e os jogadores erraram, foram preconceituosos e pouco caridosos. Em entrevista à Rádio Bandeirantes, Ribeiro afirmou: “alguns atletas não quiseram entrar no local por motivo religioso e outros por terem sido alertados sobre as “cenas chocantes” que encontrariam no Lar”. “O erro merece perdão e o perdão merece aplausos. Todo mundo erra”. E concluiu informando que o time voltará ao local para outra visita.

 

Presidente do Santos, Luis Álvaro Ribeiro: Lamento, mas entendo. Já tive 18 anos e, nessa idade, a gente é radical e fundamentalista nas decisões

Quando consideramos os seguintes fatos: (1) a maioria dos centros espíritas mantém centros de caridade, esmagadoramente voltados a crianças e idosos; (2) Recebem o nome de Lar, mas também são “centros espíritas”; (3) São locais de caridade, mas também de doutrinação; (4) abrigam no mesmo local os salões de prática espírita de comunicação com os mortos; (5) eventos desta natureza são vedados aos praticantes da fé evangélica. Perguntamos: (1) Algum pastor evangélico deixaria de censurar um membro de sua igreja que participasse de uma cerimônia desta natureza?; (2) Membros de igreja evangélica podem freqüentar centros espíritas? As duas respostas são sonoros NÃO. Perguntamos ainda: Os jogadores do Santos foram levianos ou tolos ao imaginar que tais cerimônias poderiam estar em curso em um “Lar Espírita”? Claro que não. Estas cerimônias são comuns nestes “Lares”. Portanto, se a direção do clube tinha a intenção sincera de manter a prática religiosa vedada durante o exercício esportivos e eventos conexos, deveria, ela mesmo, dar o exemplo e seguir as suas próprias regras, ou seja: retirar do vestiário do clube a capela católica; e (2) levar a caridade aos órfãos e viúvas do referido lar às dependências do próprio clube ou em outro local não vinculado a práticas religiosas; (3) reprimir a macumba no gramado e na arquibancada da Vila Belmiro; e, principalmente (4) evitar rotular a confissão de fé evangélica de “fundamentalismo”, como assim o fez o presidente do clube na referida entrevista à Rádio Bandeirantes: “Já tive 18 anos e, nessa idade, a gente é radical e fundamentalista nas decisões.”

Vestiário do Santos

Fonte: www.ogalileo.com.br

Siga-nos no Twitter

Posted in Colaboração, Uncategorized on março 29, 2010 by identidadeblog

+ ID no twitter +

Pessoal! Estamos no twitter!

Agora você pode estar mais perto da ID pelo twitter, acompanhar novidades do blog, dos cultos ID, da igreja Cristo é a Vida; notas rápidas que não irão chegar aqui no blog estarão no twitter.

O Link é: www.twitter.com/redeidentidade

Fiquem na Paz

Adriana Nascimento – Atleta viajante e serva do Aba!

Posted in Artigos, Colaboração, Esporte, Perfil, Testemunho on fevereiro 23, 2010 by identidadeblog

Estamos inaugurando mais uma categoria no nosso identidadeblog. Esta nova categoria se chamará Perfil, e mostrará um pouco dos jovens que fazem parte da nossa Rede. Sempre teremos neste espaço, alguém que além de estar no nosso meio, desenvolva alguma atividade de relevância escrevendo de próprio punho, algo sobre sua própria vida, para assim nos conhecermos melhor.

Começamos então com a Adriana que além de ser uma jovem comprometida com Deus é também atleta da seleção Brasileira de Handebol Feminino, conheça um pouco da vida da Adriana.

*Este texto foi nos encaminhado pela Adriana no final de novembro, mas só foi publicado agora pois estávamos organizando esta nova categoria.

Oi Pessoal,
 
Sou Adriana jogadora de handebol.

Tive algumas passagens por alguns times da Europa (times da: Austria, Hungria, Espanha e Turquia) e atualmente atleta de Santo André.
 

Santista e pertencente a família Cristo é a Vida, já um tempinho… creio que quase a uns 20 anos. Glória a Deus por isso!

Esse mês tivemos o Campeonato Mundial na China (sou atleta da seleção brasileira também, detalhe depois de muitos cortes… foi uma experiência marcante, mesmo que os resultados não  tenham sido o que nós seleção e muitos que acompanham esperavam. O nosso grupo realmente era o mais difícil do campeonato (6 seleções, das seis 4 eram européias). Cada jogo era uma final e quem errasse menos iria sair com a vitória e classicação.
Algo segue conosco como grande incentivo para as próximas competiçoes. No nosso grupo estava a França, e ganhamos das francesas, mas foram elas mas “felizes” do que nós, pois mesmo com essa derrota chegaram na final e nós um discreto décimo quinto lugar. Ai fica a questão, se ganhamos das atuais vice campeãs do mundo , o porque não, se preparar e aguardar um futuro próximo para jogar também uma Final! O desafio está lançado.

Além de um grande aprendizado profissional, jogar me proporciona grandes viajens ( literalmente, ficamos um mês fora e a volta durou nada mais que 33 horas viajando), saimos do Brasil em novembro dia 17 e voltamos  semana passada dia 21 .O campeonato começou dia 05, só que antes tivemos algums torneios, na França (Paris) e na Coréia(Seul). Lembrando que sempre temos um tempinho para sair,  fazer algumas comprinhas( comprar um pouquinho não faz mal a ninguém) . E claro, o mais divertido e legal conhecer os lugares…nossa dessa vez fiquei impressionada, Paris é lindo. Gente se tiverem a oportunidade…irá valer muito a pena. Seul (Coréia) uma cidade muito organizada,e centralizada nos negócios,  a China todos nós sabemos o país mais populoso do mundo,coisas baratas os famosos “xinguilinges”, uma experiência marcante de conviver com esse povo. Ah e a comida?????…. eu  não vi nada de cachorro, escorpião ou qualquer coisas dessas… me alimentei bem, a cozinha chinesa está de parabéns! É… tirando o pé de galinha cozido que vende nas ruas como petisco, mas tudo bem!


É isso pessoal, já to falando demais,o que deixo é:
Servir ao Senhor é algo sem explicação. Seu AMOR e irreconhecível ao nossos olhos e entendimento.
ELE sempre está nos presenteando,muito além de qualquer esforço,pois muita vezes achamos que nos esforçamos mas nada teríamos se não fosse pela infinita e grandiosa bondade do PAI!!!!
 
Abraço,
fiquem na Paz!
Adriana

Terremoto no Haiti

Posted in É necessário orar!, Colaboração, Consciência I.D., Notícias on janeiro 18, 2010 by identidadeblog

Como este blog é um blog sério e trata de muitos assuntos, resolvi postar algo sobre o terremoto no Haiti. Sei que a mídia vem massificando esse assunto e tudo mais, mas decidi por isso porque precisamos nos importar com todos, os que estão perto e os que estão longe. Como cristãos devemos nos importar com toda a criatura de Deus.

A Palavra diz: “Portanto, aquele que sabe que deve fazer o bem e não o faz nisso está pecando” – Tg 4:17

O forte terremoto de magnitude 7 abalou o Haiti às 16h53 de terça-feira (12), hora local – 19h53 de Brasília. O epicentro foi a poucos quilômetros da capital, Porto Príncipe.

Ainda que não possamos ir até o Haiti e cuidar dessas pessoas, podemos orar, levantar um clamor. Pedir que a presença do Espírito de Deus que possa ir até aquele lugar, no meio de escombros, em qualquer praça para trazer Paz e conforto. Oremos também para que o Senhor sustente os Seus filhos que estão lá, que os fortaleça em sua fé, que eles passem a servir como faróis apontando a direção certa para aquele povo sofrido e machucado por tantas tragédias.

Para você conhecer um pouco sobre a República do Haiti:

Área: 27,7 mil Km²  População: 10 milhões  Língua Oficial: Francês e Crioulo  Religião: maioria católica, minoria protestante  Independência: 1/jan 1804  Expectativa de vida: 60,7 anos  População abaixo da linha da pobreza: 80%

Estas são algumas fotos de como está a situação por lá…

Fontes: Reuters, The New York Times, G1

“Humilhai-vos na presença do Senhor, e ele vos exaltará” – Tg 4:1

O copo cheio é só para filhos maduros…

Posted in Artigos, Colaboração on dezembro 21, 2009 by identidadeblog

Meu filho estava com muita sede e disse:

– Papai quero água;

Eu pensei tudo bem filho, é normal um filho pedir água e pequei o copo, o engraçado era que o copo tinha medidor de MLS com medidas até 600 ML. Então comecei a encher, coloquei pouca água e dei para meu filho, ele pediu Mais! Eu claro coloquei mais um pouco e dei para ele e ele pediu, Mais! Eu coloquei mais um pouco ele me olhou e disse, papai eu quero mais! Já tinha 300 ML no copo e ele pedindo mais e eu enchendo e ele olhava e pedia mais e eu pensava:

– Como posso negar água para meu filho?

Então enchi tudo e ele sorriu pra mim pegou o copo e disse:
Obrigado Papai.
Fiquei totalmente satisfeito, afinal ele estava feliz e eu também, dei o copo de água na mão dele para ele beber….
Ele pegou o copo bebeu um pouco até que o copo escorregou da mão dele e quebrou,a água caiu toda no chão…
                                                                                                                                                                                                                                                    – Primeiro porque o copo ficou pesado para uma criança tão pequena…                                                                                                 – Segundo porque era muita água para uma criança beber….

No mesmo instante veio Deus a mim e disse:                                                                                                                                                        – É por isso que às vezes eu até quero encher seu copo todo, mais preciso sempre te observar pra ver se você suporta, eu não posso te dar tudo porque você pode deixar escorregar e quebrar…

O copo cheio é só para filhos maduros…

Texto: Jorge Moura PAZ