Archive for the Artigos Category

Campanha ateísta em ônibus chegou ao Brasil

Posted in Alerta I.D., Artigos on dezembro 11, 2010 by identidadeblog

Cartaz de Campanha Ateísta

A Atea (Associação Brasileira de Ateus e Agnósticos)  lançou um comunicado sobre sua nova campanha:

A partir do dia 13 de dezembro de 2010, ônibus com mensagens a respeito de ateus, ateísmo e religião circularão em duas capitais brasileiras.

A iniciativa da Associação Brasileira de Ateus e Agnósticos apresenta quatro mensagens que expõem um pouco do que pensam os ateus. É mais um passo dado pela entidade para o reconhecimento dos descrentes na sociedade como cidadãos plenos e dignos. São 10 ônibus em Porto Alegre, financiados por um único doador paulista que prefere permanecer anônimo, e 5 ônibus em Salvador, financiados com recursos da entidade e outros doadores.

A campanha dos ônibus não procura fazer desconversões em massa. Nossos objetivos são conseguir um espaço na sociedade que seja proporcional aos nossos números, diminuindo o enorme preconceito que existe contra ateus, e caminhar rumo à igualdade plena entre ateus e teístas, que só existe quando o Estado é verdadeiramente laico – o que está muito, muito longe de acontecer.

Contexto

O lançamento da campanha ocorre pouco depois de o Ministério Público Federal ajuizar ação civil pública contra o jornalista José Luiz Datena pedindo retratação de suas afirmações ofensivas contra ateus. Datena já é alvo de um inquérito civil aberto pelo Ministéiro Público Estadual e uma investigação criminal na Delegacia de Crimes de Racismo e Discriminação, em São Paulo, requerida pela Atea.

As iniciativas de autoridades públicas em defesa dos ateus, embora tenham sido provocadas pela Atea e outros ateus indignados, são inéditas no país e constituem marcos importantes em nossa luta por direitos. Recentemente a Atea exerceu direito de resposta em dois grandes jornais do país com relação a um par de artigos de Frei Betto relacionando tortura ao ateísmo militante.

Enquanto isso, nos EUA os American Atheists veicularam um outdoor em Nova York celebrando a razão. Quatro grandes organizações de ateus norte-americanos lançaram em outdoors, ônibus, trens e em jornais e revistas a maior campanha de divulgação ateia já veiculada, segundo relato da American Humanist Association. No Canadá, o Centre for Inquiry está lançando a campanha “Alegações extraordinárias requerem evidências extraordinárias”, com anúncios em ônibus, eventos educativos e discussões online. Inspirado na famosa citação de Carl Sagan, o material compara Jesus ao pé-grande, OVNIs e outras entidades do mesmo calibre.

fonte: ATEA Via: Pavablog

Anúncios

Bono da banda U2 fala sobre a Graça de Deus

Posted in Artigos, Curiosidades, I.D.TUBE, Música, Personalidades on setembro 10, 2010 by identidadeblog

Encontrei estes videos no site do Pr. Andre Queiroz, e os achei interessantes para postar aqui pelos seguintes motivos:

O Bono Vox não é apenas o vocalista e lider de uma das maiores bandas de rock de todos os tempos, ele também é ganhador do Premio Nobel da Paz, e, a sua maneira, é claro, um propagador da mensagem do evangelho.

Não quero sinalizar com isso que qualquer um dos nossos jovens deve andar pelo que o Bono diz, porém, acho relevante saber o que uma das pessoas mais influentes da midia/cultura de massa, dos nossos dias, pensa sobre Cristo e a graça de Deus.

Vamos ver:

Fonte: http://www.andrequeiroz.org/

Rir é o melhor remédio – Tim Hughes

Posted in Artigos, Engraçado, Música, Notícias, Uncategorized with tags , , , , on agosto 24, 2010 by identidadeblog

Tim Hughes escreveu recentemente o artigo no site www.worshipcentral.org

“Se você não estiver se divertindo, você precisa voltar e descobrir onde você deixou Jesus”. Eu amo esta citação de Bill Johnson. Servir Jesus deve ser a coisa mais divertida e emocionante que devemos fazer. Isso não significa que será sempre fácil, de fato e por vezes, não haverá grandes desafios e provações. Mas no meio de tudo isso deve sempre haver alegria e regozijo – “tristes momentaneamente, mas sempre alegres”.

Quando lideramos o louvor e a adoração, com nossas equipes, pensamos em como podemos tornar a ministração divertida. Um dos nossos valores na Worship Central (na Central da Adoração) é de nos divertirmos. Espero que após cada noite com a equipe, cada ensaio, cada vez que liderarmos o louvor e a adoração que a equipe sempre tenha um monte de risadas e grandes conversas. Um sinal de vida é sempre com alegria. Por favor, vamos evitar nos levarmos muito a sério. Richard Foster em seu livro “Celebração da Disciplina”, escreve: “É um risco da profissão de fé tornar-se entediado.” Vamos resistir a esta tendência.

Isso também levanta a questão de, pessoalmente, onde estamos reabastecendo? Onde nos encontramos rindo muito? Onde quer que esteja e seja o que for fazer, gostaria de encorajá-lo a gastar mais tempo fazendo essas coisas. Tenho me encontrado nesses locais de alegria e diversão produzindo assim grande vida e energia para a tarefa e visão que tenho em mãos.

“O coração alegre é bom remédio, mas o espírito abatido faz secar os ossos”. (Provérbios 17:22)

Tim Hughes

Fonte: http://www.adorando.com.br

Matt Redman e a importância da Trindade nas canções de adoração

Posted in Artigos, Música on agosto 4, 2010 by identidadeblog

Matt Redman escreveu um artigo para a revista Worshipleader (você encontra o original, em inglês, aqui) falando sobre a importância da doutrina da Trindade da adoração de hoje.

Com tradução de Eduardo Mano e revisão de Gustavo Nagel

Julgando por suas perguntas, minha filha de 4 anos, Maisey, está se tornando uma teóloga. Recentemente, com sua pequena e questionadora mente em velocidade total, ela soltou uma pergunta difícil para mim: “Papai, Jesus é Deus ou Ele é o Filho de Deus?”. Tomado pela surpresa, tentei explicar da maneira mais simples possível que Ele é ambos. “Ahhhh”, veio então sua resposta frustrada, “isso é tão confuso!”. E sorrindo para mim mesmo eu estava feliz que ela queria ter uma imagem mais clara de quem Deus é.

Há um grande desafio a todos os líderes de adoração e compositores de hoje, para que apresentem uma clara imagem de quem Deus é através das músicas que cantamos. Isso não é apenas uma questão de honrar o Nome de Deus tão plenamente quanto possível – mas também nossas canções de adoração têm um importante papel ao influenciar a visão das pessoas a respeito de Deus. Uma responsabilidade assustadora e pesada.

                                                                                                                                                       Atenção urgente

 

Eu, recentemente, escrevi a líderes de louvor de várias correntes dentro da Igreja, perguntando a eles quais áreas da Teologia precisavam de uma atenção urgente nas canções de adoração de hoje. Em outras palavras, quais são as lacunas e os pontos-cego em nossa atual dieta de adoração? De longe, a mais freqüente resposta foi a Trindade. Como Chris Cocksworth, Diretor da Ridley Hall, em Cambridge, resumiu:

“Precisamos que a ‘geografia Trinitariana de adoração Cristã’ seja esclarecida em nossas canções de adoração”(1)

O professor Lester Ruth, do Seminário Asbury, recentemente completou um estudo fascinante acerca do uso de canções de adoração Trinitarianas nas igrejas dos Estados Unidos entre os anos de 1989 e 2004. Ele identificou as 72 canções mais cantadas nesse período, como documentado no CCLI, e estudou seu conteúdo, particularmente com uma visão de contemplar a visão acerca da Trindade das mesmas. Professor Ruth descobriu que nenhuma das 72 músicas referem-se explicitamente à Trindade ou à natureza Triuna de Deus. E, ainda mais ao ponto, apenas três das músicas referem-se, ou nomeiam, todas as pessoas da Trindade. Em particular, poucas delas são dirigidas a Deus Pai ou ao Espírito Santo. Essas chocantes descobertas deveriam servir como um alerta aos compositores e dirigentes de culto em todos os lugares.

Confiança teológica

 

Minha teoria é que para muitos de nós, músicos, nossa falta de produção conformada à Trindade é devida à falta de confiança, falta de certeza teológica nessa área. Com certeza, nós sabemos que Deus é Pai, Filho e Espírito Santo. Ou, talvez, nós estejamos incertos quanto a como as Três Pessoas da Trindade interagem quando se trata da adoração, e acabamos petrificados de medo com a possibilidade de escrever algo que seja, na melhor das hipóteses, uma má interpretação, e na pior das hipóteses, uma heresia. Portanto, instintivamente, preferimos evitar essa área por completo, ao invés de afundar-nos em um poço teológico. Para outros, pode haver diferentes razões. Talvez nós simplesmente não tenhamos pensado nessa área o bastante. Qualquer que seja o caso, a correção chegou, e agora é a hora de compositores e líderes de adoração responderem positivamente a esse alerta.

Nós escrevemos o que lemos                                                                

 

A melhor forma de produzirmos algo é, em primeiro lugar, captarmos dados. Devemos nos imergir neste tema, usando todas as fontes disponíveis: livros, cursos e professores. Às vezes um teólogo nos ajudará a colocar em palavras, ou a entendermos mais profundamente aquilo que instintivamente nós cremos ser verdade, e, assim, nos ajudar a trilhar um caminho que ajudará outros. Há tempos em que precisamos escrever claramente acerca da Trindade, nos dirigindo e respondendo a cada uma das Pessoas que a compõe pelo Nome. Há várias canções disponíveis em que cantamos ao Pai na primeira estrofe, ao Filho na segunda estrofe e ao Espírito na terceira, e isso é ótimo.

Mas esse não precisa ser o único modelo.

Outras vezes, nossa referência não precisa ser tão explícita, mas ainda assim um senso da Trindade deve estar sempre lá, mesmo que ao fundo. Robin Parry diz, “quando se trata da adoração, a Trindade deve ser como a gramática em uma frase”(2). Nem sempre é explícito, mas ela dá base e forma a tudo.

Voltando a Chris Cocksworth e suas sábias palavras:

“Às vezes eu sinto que nossas canções de adoração não permitem que a canção que Jesus canta ao Pai seja cantada em mim. Embora as canções me levem a Jesus, elas nem sempre me levam para, com e através de Jesus àquele que Ele chama de Abba.” (3)

Dirigentes e Líderes de Adoração, aceitemos o desafio.

 

[Nota do autor – As músicas de Matt Redman incluem “Essência da Adoração”, “Better is One Day” e “Blessed Be Your Name”. Como autor, ele escreveu “The Unquenchable Worshipper”, “Facedown” e “Blessed Be Your Name”. Matt, sua esposa e três filhos vivem em West Sussex, Inglaterra].

Fonte: http://www.cristianismocriativo.com.br

 

Kaká distribui DVD cristão para um milhão de pessoas na África do Sul

Posted in Artigos, Esporte, Evangelismo, Notícias, Personalidades on julho 1, 2010 by identidadeblog

O jogador Kaká promoveu nesse domingo (27), na cidade de Johannesburgo, na África do Sul, a estréia mundial de um vídeo cristão produzido por ele. Com o título: “Kaká – Este é o ritmo do meu jogo”, o camisa 10 da Seleção declara a sua fé em Jesus e diz que “todos têm a necessidade de uma liderança, de condução, de saber para onde ir”.

Um trailer do filme foi distribuído na sexta (25). “Eu creio que Deus tem um propósito pra vida de cada um de nós. E acredito que o meu é pelo esporte, pelo futebol, levar o nome de Jesus Cristo”, diz o jogador na capa do DVD. O atleta do Real Madrid costuma comemorar seus gols apontando para cima, agradecendo a Deus. Além disso, ele tem uma mensagem sobre Jesus nas suas chuteiras personalizadas.

Kaká pretende causar impacto com o seu testemunho sobre Cristo para muitas pessoas de diferentes nações, utilizando a sua influente posição como jogador para benefício do Reino de Deus. O filme documentário em DVD está sendo distribuído gratuitamente para um milhão de pessoas que assistem a Copa do Mundo na África do Sul. De acordo com o blog flogvip.net/kakacara, as pessoas estão recebendo o DVD com alegria.

Dez motivos para não desistir.

Posted in Artigos on junho 8, 2010 by identidadeblog

O que é desistir??? A palavra vem do latim “desistere”, que significa não prosseguir, renunciar. Quando aceitamos o Senhorio de Jesus sobre nossas vidas, temos de abrir mão de muitas coisas, dando lugar a novas atitudes, novos pensamentos, enfim, dando lugar ao NOVO HOMEM. A Bíblia nos dá inúmeros motivos, pelo qual jamais devemos desistir e tenho tomado posse de alguns deles para conseguir superar as dificuldades quando as mesmas me sobrevêm: Primeiramente creio na fidelidade de Deus nas sua promessas e palavras. Samuel 22:31 “Quanto a Deus, o seu caminho é perfeito, e a palavra do Senhor é fiel; é ele o escudo de todos os que nele se refugiam”. Mesmo quando sou ridicularizado, maltratado, procuro lembrar o que Jesus falou em Mateus 10:22 “E sereis odiados de todos por causa do meu nome, mas aquele que perseverar até o fim, esse será salvo.” Muitas vezes fico pensando na fé que Abraão teve para que com quase 100 anos crer na promessa de Deus para sua vida. Gn 17:16, talvez até tenha sido ridicularizado, mas ele creu, e assim conquistou o seu legado.

Muitas vezes somos questionados, e a bíblia me mostra que Deus é um Deus que usa as coisas tolas para confundir as sabias, assim como foi com o profeta Amós, homem simples, mas que não temeu ao poderoso sacerdote Amazias. Amós 7: 14 e 15. Gosto de lembrar do livro de Rute, quando Elimeleque e sua esposa Noemi saem de Belém (que significa Casa do pão), e vão procurar alimento em outras terras. (Rute 1:1 e 2) E penso, o que encontrarei longe da Casa do Pão? Sim, que farei longe da Casa de Deus? Por muitos anos temi o mal e buscava maneiras de fugir dele, mas agora acredito no que está escrito em Rm 12:21 “Não te deixes vencer do mal, mas vence o mal com o bem.” Porque tenho de alcançar um objetivo na minha vida: Ap. 12:17 “Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas. Ao que vencer darei do maná escondido, e lhe darei uma pedra branca, e na pedra um novo nome escrito, o qual ninguém conhece senão aquele que o recebe.” Porque nada pode me afastar do amor de Deus: “Porque estou certo de que, nem a morte, nem a vida, nem anjos, nem principados, nem coisas presentes, nem futuras, nem potestades,nem a altura, nem a profundidade, nem qualquer outra criatura nos poderá separar do amor de Deus, que está em Cristo Jesus nosso Senhor.” (Rm 8:38,39) Porque Jesus veio me resgatar: [Porque o Filho do homem veio salvar o que se havia perdido.] Mateus 18:11

Finalmente o maior de todos os motivos, é que não posso rejeitar um amor como este: Jô 3:16 “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna”. Espero em Deus ter abençoado você com esse artigo.

Graça e Paz!

Extraido do : http://blogs.gospelmais.com.br/sacerdotelevita

Milagre: menina à beira da falência dos rins desenvolve dois novos órgãos

Posted in Artigos, Notícias, Testemunho on junho 2, 2010 by identidadeblog

Uma menina de Louth (Inglaterra) deixou a comunidade médica de boca aberta. Angel Burton, que estava à beira da falência dos rins, conseguiu algo impensável: dois novos rins cresceram dentro dela.

Aos 5 anos, Angel (nome bem apropriado?) foi submetida a uma cirurgia por causa das infecções renais que a acompanhavam desde o nascimento. Foi quando os médicos de um hospital de Sheffield descobriram que a menina tinha quatro órgãos – os dois novos rins estavam crescendo sobre os falidos. Três anos após, os novos rins assumiram a função dos problemáticos e a Angel foi declarada curada.

Para a família, não há dúvida: Angel, aos 8 anos, foi salva por um “milagre”.

“É um milagre real. É absolutamente incrível que nenhum dos exames tenha detectado os rins extras. Estamos tão gratos por Angel voltar à felicidade e à saúde”, disse Claire Burton, mãe da menina.

De acordo com os médicos, os rins duplex se fundiram nas suas metades e têm ureteres totalmente independentes.

“Deus é bom e a sua misericórdia dura para sempre.”

Lú.