Arquivo de março, 2010

Siga-nos no Twitter

Posted in Colaboração, Uncategorized on março 29, 2010 by identidadeblog

+ ID no twitter +

Pessoal! Estamos no twitter!

Agora você pode estar mais perto da ID pelo twitter, acompanhar novidades do blog, dos cultos ID, da igreja Cristo é a Vida; notas rápidas que não irão chegar aqui no blog estarão no twitter.

O Link é: www.twitter.com/redeidentidade

Fiquem na Paz

Pr. Thiago Santana (Céus Abertos e Rede Identidade) Entrevista para o programa Gospel Mix

Posted in I.D.TUBE, Música on março 26, 2010 by identidadeblog

Estou postando esta entrevista porque nela eu explico, meio que resumidamente, o propósito da nossa banda Céus Abertos.

Espero que gostem.

Passion Conference 2010 em São Paulo

Posted in Eventos on março 25, 2010 by identidadeblog

Ontem a noite estive  em São Paulo em uma reunião com o Pr.Louie Giglio e seu staff, a respeito da Passion Conference que acontecerá pela segunda vez no Brasil em São Paulo. Lá estavam pastores, líderes de jovens, além de pessoas envolvidas com ministérios de Louvor e missões estudantis de todas as partes do Brasil.

A Passion Conference é um evento que tem como alvo alcançar os jovens nas universidades por todo o mundo, o nosso desejo ao participar é mobilizar universitário da nossa região para estarem lá conosco.

Foi dado o start para os preparativos deste evento que é um referência em nossa geração. A Passion Conference será nos dias 03 e 04 de setembro no Credcard Hall, e gostaria de pedir a todos que se preparem porque faremos uma grande caravana de Santos para lá.

Aguardem mais informações neste blog e também nos cultos da Rede Identidade.

Para saber mais acesse: www.passionworldtour.com

Ou siga-me no www.twitter.com/thgsantana estarei sempre comunicando como estará se dando a nossa caravana.

Será muito bom!

Pr. Thiago Santana

Cientistas encontram provas de água em Marte

Posted in Uncategorized on março 25, 2010 by identidadeblog

Um estudo em cima de fotografias tiradas da órbita de Marte indicam presença de água na superfície do Planeta Vermelho. A descoberta foi anunciada hoje por cientistas da Nasa após avaliarem imagens feitas pela sonda Mars Global Surveyor. Os cientistas, entretanto, informam que as fotos apresentaram evidências e não mostram água diretamente.

Já tínhamos provas de que havia água há milhões de anos em Marte”, disse o pesquisador Kennet Edgett em entrevista coletiva na sede da Nasa. “Agora encontramos provas da presença de água líquida na atualidade”, ressaltou.

Até agora, a questão de existência de água em Marte era focada na história antiga do planeta. Análises de outras imagens da superfície marciana já havia levantado suspeitas da existência de água no planeta há milhões de anos. “Isso sublinha a importância da busca por vida em Marte, seja no presente ou no passado”, disse Bruce Jakosky uma astrobiólogo da Universidade do Colorado.

FONTE: http://noticias.terra.com.br/ciencia/interna/0,,OI1287020-EI301,00.html

É melhor estar num trio elétrico do que na igreja ‘Eu estou levando as pessoas para a luz’, diz Claudia Leitte

Posted in Personalidades on março 18, 2010 by identidadeblog
‘Eu estou levando as pessoas para a luz’, diz Claudia Leitte

Confira a entrevista de Claudia Leitte concedida a revista Rolling Stone:

Você diz não seguir religião alguma, mas é bastante religiosa. Depois de ficar famosa nenhuma religião se aproximou de você pensando que você poderia divulgá-la? Sim, com certeza. E isso te afasta mais da ideia de uma religião organizada?

Sim, porque eu não quero levar ninguém comigo pra religião nenhuma, de jeito nenhum. Eu quero cantar e ser feliz cantando, e dividir a felicidade com as pessoas. Eu acho que Deus não impõe. A moça que trabalhava lá em casa falava pra mim, “ah, meu pastor diz que eu não posso usar brinco”. Como uma pessoa pode dizer isso? Que coisa mais ditatorial! Não pode usar brinco por quê? Deus vai olhar para o seu coração, não pro seu corpo. Deus vai estar lá se importando com as roupas que você usa? Quantas pessoas usam uma saia até o pé e são super, hiper promíscuas? Ou então um assassino, que mata uma pessoa e depois diz “oh, meu Deus, meu Senhor” e vai pra igreja orar com a Bíblia? Isso é muito louco: o brinco, a roupa, a religiosidade… Elas não definem o caráter de ninguém.

É difícil imaginar uma porta-voz melhor do que você para uma religião: jovem e casada, tem filho, é famosa, tem sucesso.

Eu quero ser é porta-voz de Deus, o que Deus fala através de mim, o tempo todo. Que eu seja mais Deus do que eu. É isso o que eu quero. O tempo todo eu acho que a gente precisa parar de brigar com a gente mesmo pra gente ser melhor.

Sua música também serve de pano de fundo para o que acontece com as pessoas que vão se divertir no trio elétrico: muita pegação, uma coisa muito sexualizada. Ao mesmo tempo, você é uma pessoa casada, com filho. Como você vê essa distância entre as pessoas e você?

Eu tenho uma responsabilidade maior como cidadã, porque eu tenho um microfone na mão. Eu acho que as pessoas são responsáveis pelas atitudes delas e o que eu faço ali em cima pode não mudar nada. O cara vai fazer o que ele quiser no meu show, independente do que eu faça ali. É melhor que eu esteja ali cantando se eu pensar que eu sou um exemplo. seria mais eficaz do que eu estar numa igreja cantando música gospel. “Eu estou levando as pessoas para a luz [risos]”.

Mas eu não penso desse jeito. É muita pretensão eu achar que vou fazer um show e todas as pessoas vão ficar boas porque o meu exemplo é bom. Eu não sou um bom exemplo de nada, só tenho uma vida assim porque eu escolhi.

Mas o que você acha dessa cultura da pegação no carnaval?

Acho que cada um sabe a dor e a delícia de ser o que é. Quer ir, fique à vontade, vá. Tudo tem consequência na vida. Eu escrevo muito sobre isso no meu blog. Cheguei numa festa aqui em São Paulo, no ABC, e tinham umas meninas lindas vomitando no lado do carro. Isso é bizarro!

Algumas vezes essas coisas viram para você também. Você repreende os rapazes da plateia que falam absurdos para você. Mas você também projeta uma imagem sensual. Como você impõe esse limite entre a percepção do público?

Não gosto de vulgaridade e isso está explícito. Por exemplo: eu não gosto de biquíni fio-dental. Eu não usaria isso no palco porque não me sentiria à vontade, acho que isso seria ser excessiva no palco. E as opiniões das pessoas vão sempre divergir, vão olhar pra mim como um poço de sexualidade. Outras, como uma figura fashion. E outras vão dizer que eu sou brega. Isso vai acontecer ainda que eu esteja com a saia até a canela, lá embaixo. É normal. Acho que eu sou bem resolvida, então isso talvez me dê uma segurança para abusar da sensualidade. Sou mulher, a minha música é sensual: eu vou cantar axé sem colocar a perna de fora? Já fiz show em Campos do Jordão e estava, sei lá, seis graus e eu suei no palco, por causa da luz, da movimentação. Nem combina, né? É uma coisa tropical. Tenho que ser tropicaliente. Eu gosto disso, eu gosto da sensualidade, da vulgaridade não.

Fonte: Revista Rolling Stone.

Mulher vomita uma cobra no culto! Você acredita?

Posted in Falso ou Verdadeiro? on março 18, 2010 by identidadeblog

E aí você acredita?

Papa Bento 16 ajudou a acobertar pedofilia

Posted in Alerta I.D., Notícias on março 17, 2010 by identidadeblog

 

da BBC Brasil

O papa Bento 16 desempenhou um papel de peso na ocultação sistemática de casos de abusos sexuais contra menores cometidos por padres católicos, segundo o documentário da BBC “Sexo, Crimes e o Vaticano”, exibido na TV aberta britânica neste domingo. A reportagem do programa examinou um documento secreto interno da igreja, que instrui bispos sobre como lidar com acusações de abusos sexuais cometidos por padres em suas paróquias. O trabalho de reportagem foi feito por Colm O’Gorman –que sofreu abusos por um padre católico aos 14 anos na Irlanda– especialmente para o programa “Panorama”.

Ele foi à Irlanda, Estados Unidos, Itália e Brasil onde ouviu vítimas e ex-integrantes da igreja que confirmaram a política usada pela igreja nesses casos: transferir o padre acusado de abuso de uma paróquia para outra. Brasil No Brasil, O’Gorman se encontrou com Elza da Silva, avó de um garoto que sofreu abuso sexual aos 5 anos de idade na cidade de Anápolis, Goiás. Ela contou que descobriu o abuso depois que o garoto lhe disse que “sabia como fazer amor”. Segundo Elza, a família tinha permitido que o padre ensinasse violão ao garoto. De acordo com a reportagem, o padre Tarcício Tadeu Sprícigo foi transferido de uma cidade para outra quatro vezes.

 O bispo responsável pelo envio do padre Tarcísio a Anápolis há 6 anos sabia, segundo O’Gorman, que ele havia sido acusado de molestar um garoto de 13 anos em São Paulo em 1991. Elza diz que foi pressionada pela igreja e pela comunidade a deixar a história de lado. Depois de 10 anos de abuso, o padre Tarcísio foi condenado a 15 anos de prisão no ano passado. Num diário, ele escreveu como escolhia suas vítimas. “Idade, 7, 8, 9, 10 anos. Sexo, masculino. Casse social, pobre. De preferência um filho que não tenha pai, que viva só com a mãe ou uma irmã”. O padre diz ainda no diário que se aproximava dos garotos ficando amigo da família e oferecendo aulas de violão. O’Gorman questiona como é possível que o caso brasileiro tenha acontecido em 2002, na mesma época em que alegações vieram à tona nos Estados Unidos e depois de que o então Cardeal Ratzinger ter instruído todos os bispos a enviar casos do tipo diretamente ao Vaticano.

O’Gorman chorou ao dizer que a igreja não forneceu ao menino –chamado de “mulherzinha do padre” pelos colegas de escola– nenhum tipo de apoio psicológico. Documento O documento, “Crimen Sollicitationis” (latim para Crime da Solicitação), foi escrito em 1962 em latim e dstribuído a bispos do mundo inteiro, com a recomendação de que fosse guardado a sete chaves. Poucas pessoas de fora da igreja tiveram acesso a este documento. O texto impõe um juramento, em que a vítima, o acusado e eventuais testemunhas se comprometem a manter sigilo absoluto sobre o caso. A quebra do juramento levaria à excomunhão.

 Durante mais de 20 anos, o homem encarregado de zelar pela obediência aos termos do documento foi o cardeal Joseph Ratzinger – antes de virar papa. O programa descobriu sete padres acusados de abusos contra menores vivendo no Vaticano ou em seus arredores. Um deles, o padre Joseph Henn, foi indiciado, em um tribunal nos Estados Unidos, por 13 acusações de abuso de menores. Durante as filmagens, O’Gorman descobriu que o padre Henn respondia aos pedidos de extradição do escritório de sua ordem religiosa no Vaticano. A produção do documentário começou em março de 2002. O Vaticano recusou os vários pedidos feitos pela equipe para que fossem respondidos casos apresentados no filme. A igreja católica tem cerca de 50 milhões de crianças em suas congregações.

Fonte: Folha Online através de www.ogalileu.com.br