Arquivo de outubro, 2009

Se Jesus tivesse msn…

Posted in Engraçado on outubro 30, 2009 by identidadeblog
Só descontraindo…
msn_jesus

Jesus tb tc* rsrs

A história de Keith Green

Posted in Música, Personalidades, Uncategorized on outubro 27, 2009 by identidadeblog

keithQuem foi Keith Green?

Qual a razão de se escrever um post sobre ele?

Particularmente conheço muito pouco sobre ele, mas, após ler alguns artigos ao seu respeito me deparei com uma história muito inspiradora e exemplar.

Para você que não conhece nada sobre Keith Green, eu poderia começar falando não propriamente sobre ele, mas de sua influencia para muitos de nossa geração. Nos EUA costumam dizer que Jason Upton herdou sua unção, tanto em termos de canções como em seu ministério profético, por isso, eu te convido a ler sobre sua vida, o texto é um pouco longo, porém, muito inspirador:

“Keith Gordon Green (1953 – 1982) foi um cantor gospel americano que possuía o raro dom completo da musica. Compunha, interpretava e tocava piano, guitarra, contrabaixo e percussão.
Green entrou na música desde a mais tenra idade, com três anos mais precisamente, e seu primeiro instrumento foi um Ukulele (instrumento musical semelhante a um violão, com apenas 4 cordas afinadas em lá, mi, dó e sol). A guitarra ele iniciou aos cinco, e o piano com sete anos de idade. Seus talentos foram observados por grandes programas e jornais americanos da época como Arthur Laurents’ A e o Los Angeles Times. Keith não nasceu num lar cristão e seu talento o levou naturalmente para o mundo artístico musical. Em Fevereiro de 1965, contando apenas com 12 anos de idade, já dispunha de quarenta canções originais sob sua carreira. Green então assinou um contrato de cinco anos com a Decca Records, uma das maiores gravadoras do mundo, comprada depois pela Polygran. Entre seus artista a Decca tinha nomes como, Louis Armstrong, Elvis Presley, Rolling Stones, George Harrison, para se ter uma idéia do nível do talento de Keith Green. Green se tornou o artista mais jovem a assinar com a Sociedade Americana de Compositores, Autores e Editores (ASCAP). A Decca Records havia planejado fazer de Green um ídolo teen, recebendo regularmente os jovens pré-adolescentes caracterizado-os em shows populares de televisão como “ Jack Benny Show” e o “Steve Allen Show”. No entanto, após a atenção nacional previsto pela Decca Records para Keith, por providência divina, O Senhor tinha outros planos para ele e a fama não conseguiu se materializar. Um jovem cantor chamado Donny Osmond captou a atenção dos pré-adolescentes e adolescentes, eclipsando Keith da recém descoberta e do estrelato, e Keith foi rapidamente esquecido pelo público.

green_1977 Conversão

Depois de entrar na vida adulta, antes de se converter, Keith tinha uma filosofia pessoal que misturava a visão judaica e a Ciência Cristã, mas cresceu lendo o Novo Testamento. Ele chamou o evangelho de “uma estranha combinação” que deixou seu espírito aberto, mas até então ainda profundamente insatisfeito. Seu estilo de vida artístico o levou às drogas. Viajou ao Sul da Ásia, atrás do misticismo, e do “amor livre” que dominaram os anos 60 e 70. Depois de experimentar o que descreveu como uma “bad trip”(má viagem), ele abandonou o consumo de drogas e se tornou avesso á filosofia e a teologia de um modo geral. Green viria a afirmar, no entanto, que, no meio de seu ceticismo, ele sentiu que Deus “furou os calos do seu coração”, e ele entregou-se á Cristo nascendo de novo. Logo depois sua esposa Melody também se entregou á Cristo.

Ministério

Em 1975, o casal Green iniciaram um programa de evangelização nos subúrbios de Los Angeles, Califórnia, em San Fernando Valley. Rapidamente sua pequena casa no subúrbio estava superlotada de prostitutas, tóxico-dependentes e sem-teto que recebiam além do evangelho, atenção e cuidados. A comunidade de novos crentes foi crescendo rapidamente, pessoas foram continuamente se posicionando para o batismo e definindo suas vidas para servir o Senhor. Logo tiveram que adquirir uma casa vizinha à sua própria e alugaram mais cinco no mesmo bairro, para grande consternação dos seus vizinhos. O ministério de Keith Green foi largamente influenciado por um grande pregador da época, Leonard Ravenhill, que possui um de seus livros publicados aqui no Brasil chamado, “ Por que tarda o Avivamento?”. Ravenhill apontou para Keith, Charles Finney, um reavivalista pregador do século XIX que pregou a lei de Deus provocando convicção de pecado em seus ouvintes. Durante seus concertos, muitas vezes ele exortava seus ouvintes a se arrependerem e a empenharem-se mais inteiramente a seguir Cristo.

Como Músico Cristão

Em 1976 Green trabalhou no álbum Firewind (1976) com cantores cristãos como Terry Talbot, John Talbot, e Barry McGuire. “Para Quem Tem Ouvidos para Ouvir”, foi lançado em 1977 e alcançou o topo do sucesso nas rádios evangélicas americanas. Seu segundo trabalho solo “Libertação”, seguido de “Compromisso”, em 1978. Em 1979, depois de negociar o encerramento de seu contrato com a produtora Sparrow, Green sentiu-se direcionado por Deus a não mais cobrar dinheiro por suas apresentações e seus discos e lançou o “pague o que puder”. Keith e Melody sua esposa hipotecaram sua casa para financiar pessoalmente o próximo álbum, “So You Wanna Go Back To Egito”. O álbum, que incluiu uma participação especial do cantor Bob Dylan, que na época era recém convertido, foi oferecido através do correio e no caso dos shows, a pessoa que ia assistir determinava quanto queria pagar, se quisesse pagar. Em Maio de 1982, Green tinha enviado mais de 200.000 unidades de seu álbum via correio. Desses, 61.000, ele não recebeu nada, foram todos gratuitos. Posteriormente da mesma forma os álbuns “Keith Green Collection” (1981) e “Songs For The Shepherd” (1982). Quando sua música foi enviado para as livrarias evangélicas, um segundo cassete foi incluído de forma gratuita para todos os cassetes comprados, para serem dados de presente a um amigo para ajudar á difundir o evangelho. Ou seja, o lucro era zero.

Últimos Dias de Ministério

Em 1978, Last Days Ministries (LDM), ministério dos Últimos Dias, fundado por Green começou a publicar um periódico chamado “ Notícias dos Últimos Dias”. Inicialmente impresso em poucas páginas em papel solto, o boletim informativo cresceu em termos de conteúdo e, posteriormente, se tornou em uma revista impressa em cores, e foi renomeada em meados de 1985, como “ Revista dos Últimos Dias”. A revista caracterizava-se por matérias de Green e sua esposa, assim como de homens consagrados na fé como os pastores David Wilkerson, Leonard Ravenhill, e Winkie Pratney, todos com uma mesma visão. A publicação também mais tarde incluiu a reimpressão das obras de autores clássicos, como os cristãos Charles Finney, John Wesley, William Booth e sua esposa Catherine. A maioria dos artigos foram reimpressos como folhetos em 50 idiomas diferentes. No auge da sua popularidade a revista “Os Últimos Dias” foi enviada mais de 16 milhões de cópias ao redor do mundo. A revista desafiadora, provocadora e artigos para a promoção de um “Sem compromisso com o mundo” e um compromisso com Cristo. Em 1979, o ministério se mudou do bairro de San Fernando Valley, na California para 40 acres (160.000 m 2) em Lindale, Texas. Dentro de alguns anos, o ministério compraria terras adicionais, elevando o total para 140 acres.

a74f2ee0-c5ba-5bdf-b773-010653320f96.imageFalecimento

Junto com outros onze, Keith Green faleceu em 28 julho, 1982, quando o avião Cessna 414 alugado pelo ministério, caiu após decolar da pista privada localizada na sede da missão. O pequeno avião de dois motores estava transportando onze passageiros para um passeio aéreo pela região da propriedade. Green e dois dos seus filhos, Josias de três anos de idade chamado, e sua filha Betânia com dois, estavam a bordo do avião, juntamente com os missionários visitantes Jonh e Dede Smalley e os seus seis filhos. Em 27 de novembro de 2001, Keith Green foi introduzido no hall da fama da musica Gospel americana.”

Keith Green deu um testemunho de “servo cantor” que simplesmente não encontramos mais hoje em dia. Através de seu desapego material, á despeito de possuir um talento difícil de ser encontrado entre os que se alto intitulam levitas em nossos dias, com possibilidades de transformá-lo em muito dinheiro, demonstrou compreender uma ordem de Cristo á muito esquecida: “De graça recebei, de grada daí”. E não parou ai, Green não se via como um “artista” por profissão, para usar o sentido da palavra, ele não se isolava no palco nem transformava isso em meio de vida, muito pelo contrário, como qualquer servo legítimo, arregaçava as mangas, saia dos holofotes e ia atrás dos perdidos onde eles se encontravam. O irmão Green exercitava dons muito mais elevados do que o dom da musica, os dons espirituais, presentes em todo aquele que realmente crê. Green deu provas de que não se embaraçava em meio a multidão de aplausos, o chamado do Senhor para abandonar seus próprios interesses e segui-lo de corpo e alma foi bem entendido e sua vida marcou como uma nota dissonante no âmbito dos cantores cristãos.

Amor! Amando a galera!

Posted in Artigos, Colaboração, Palavra do último culto on outubro 27, 2009 by identidadeblog

  Com um pouquinho de atraso, estamos postando a mensagem do culto do dia 10/10. Não esqueça… leia e comente!

revelation

Não importa como, simplesmente ame.

Esta mensagem é meio que uma continuação da anterior “Dar”, fala em termos o mesmo sentimento que Cristo Jesus teve e tem por nós (Filip. 2:4-5), não atentando só para nós mas também para os outros, este sentimento nada mais é que o amor. A essência de Deus é o amor, Deus é amor (I João 4:8), e o amor não consiste apenas em nós amarmos a Deus, mas em Ele nos amar e enviar o seu filho pela propiciação pelos nossos pecados (I João 4:10), não somente por nós mas pelo mundo todo (I João 2:2).

 Se alguém perguntasse a você, por que você ama seu amigo? Você provavelmente responderia alguma característica ou qualidade de seu amigo, ou mesmo no caso de você ter uma namorada e te perguntam: Por que você ama sua namorada? Você provavelmente responderia porque ela é bonita, carinhosa, etc. Mas se dentro de algum tempo seu amigo, ou sua namorada, perdesse estas qualidades, será que você continuaria a ama-lo? A base do amor das pessoas está, na maioria dos casos, baseada em alguma qualidade, característica ou aspecto da personalidade ou caráter, mas se estas qualidades pararem de existir logo o amor se vai. Se você perde sua base de amor, seu relacionamento se perde. Deus decidiu amar a humanidade, não somente os que o buscam mas a todos (I João 2:2), como podemos ver em I João 4:10 o amor de Deus não depende de nós amarmos a Ele, não depende de condições ou circunstâncias, o amor de Deus é incondicional, Ele escolheu amar e então enviou seu filho e só depois de recebermos este amor, é que conseguimos amar a Ele e as pessoas.

 No mundo afora, as pessoas justificam o fim de seus relacionamentos como a falta de amor, muitos dizem “o amor acabou”, mas podemos ver que a base destes relacionamentos nunca foi o amor incondicional mas provavelmente alguma coisa que se desgastou no tempo, alguma atitude ou característica que cessou, o amor é uma decisão, Deus decidiu nos amar, e nos deu a ordem de amar.

 Uma vez perguntaram a Jesus qual era o maior mandamento (Mateus 22:37-45), Jesus respondeu que o principal mandamento era amar a Deus, e o segundo mais importante era amar o nosso próximo como a nós mesmos. Devemos amar a Deus e as pessoas da mesma forma que Deus nos ama, não baseado em nenhum tipo de condição mas apenas porque decidimos amar, é desse amor que Paulo fala, o amor que tudo sofre, tudo crê, tudo suporta ( I Cor.13:7), o amor que nada pode separar, que supera a morte, a vida ou qualquer empecilho (Romanos 8:38-39). Cristo decidiu nos amar e deu a sua vida quando ainda éramos pecadores (Romanos 5:8), quando ainda nem pensávamos n’Ele, Ele não esperou a atitude de alguém para amar, Ele simplesmente tomou a atitude primeiro, seja também o primeiro. Decida amar!

 Após a Ressurreição, Jesus perguntou a Pedro: Tu me amas?, Pedro respondeu que o amava, então Jesus deu uma ordem a Pedro, se tu me amas cuida da minhas ovelhas, e isto Jesus fez por 3 vezes (João 21:15), esta é a mesma pergunta que faço a vocês hoje, Você ama a Deus? Cuide da Galera ( trazendo para linguagem atual). Você ama a Deus? Doe-se para a Galera. Você ama a Deus? Ame a Galera.

 Jesus nos ama(ponto final, não existe virgula ou porquê). Ame. O amor de Deus depende de você, você é a tomada, Deus é a energia(amor), as pessoas são os aparelhos elétricos, elas estão ligadas a você e precisam receber de você, o amor de Deus para funcionarem.

 Por: Diogo Bruno

 

 

 

 

 

 

Criatividade – Tudo o que precisamos.

Posted in Curiosidades, I.D.TUBE on outubro 26, 2009 by identidadeblog

Pessoal estou postando este vídeo aqui, no caso é um vídeo não cristão, ou seja não tem a ver com a temática deste blog, porém achei o conteúdo dele de uma utilidade incrível para nós que estamos buscando outros caminhos para comunicarmos o evangelho.

Ele mostra dois caras, fazendo um barulho na internet, usando única e exclusivamente  uma boa dose de criatividade.

Que nos sirva de exemplo e que grandes idéias possam surgir em nossa ID.

Paz!

A Parábola da Indecisão

Posted in Artigos, Colaboração, Uncategorized on outubro 23, 2009 by identidadeblog

Essa semana recebi um e-mail que tocou muito meu coração. E decidi colocar o texto aqui no blog, assim todos poderiam ter acesso e serem impactados como eu fui.

Conte sua reação e reflexão depois de ter lido.

A Parábola da Indecisão

Havia um grande muro separando dois grandes grupos.
De um lado do muro estavam Deus, os anjos e os servos leais de Deus.
Do outro lado do muro estavam Satanás, seus demônios e todos os humanos que não servem a Deus.
E em cima do muro havia um jovem indeciso, que havia sido criado num lar cristão, mas que agora estava em dúvida se continuaria servindo a Deus ou se deveria aproveitar um pouco os prazeres do mundo.
O jovem indeciso observou que o grupo do lado de Deus chamava e gritava sem parar para ele:
– Ei, desce do muro agora… Vem pra cá!
Já o grupo de Satanás não gritava e nem dizia nada. Essa situação continuou por um tempo, até que o jovem indeciso resolveu perguntar a Satanás:
– O grupo do lado de Deus fica o tempo todo me chamando para descer e ficar do lado deles. Por que você e seu grupo não me chamam e nem dizem nada para me convencer a descer para o lado de vocês?

Grande foi a surpresa do jovem quando Satanás respondeu:
– É porque o muro é MEU.

Não existe meio termo.
O muro já tem dono.

 

Céus Abertos:. Cartaz de Lançamento

Posted in Eventos on outubro 21, 2009 by identidadeblog

Contamos com as orações de todos!

Cartaz_Lancamento_A3_Web

Pr. Manoel na ID

Posted in Eventos on outubro 17, 2009 by identidadeblog

OgAAABR-bGzMUytqaZ6j6UZ4JCVQ5jZVeoWym9SkxgNncoIoNgcByBez8gDhvuTGGMQ-B-rl3ZT0DMV3jeZLzGnkZs0Am1T1UHzPopnh9Vndwupy3iFoYzC_zAq6

Pessoal, esta semana (17/10) estará conosco nosso grande amigo, Pr. Manoel.

Pr. Manoel já veio muitas vezes ministrar na nossa igreja e como ele próprio diz, já é membro do ministério.

Esta creio que será a última vez que ele vem ministrar na igreja antes de ir viajar. Ele e mais uma equipe estarão indo para  uma viagem missionária pela Ásia no começo de Novembro. Os países que serão visitados são,  TURQUIA, CHINA, ÍNDIA E KORÉIA. Dentre o pessoal da equipe que vai nessa viagem está o Pr. Luciano, do ministério Atomic, que teve conosco na ID por esse mês.

Se você quiser saber mais sobre a Igreja Perseguida, missões nas áreas mais gravez, história do evangelho nesses países, ou ainda se escolher um desses países para orar e quiser mais sobre, estou deixando o link do Portas Abertas, http://www.portasabertas.org.br

É bom que nós nos engajemos com o Reino de Deus, para que TUDO seja dEle, por Ele e para Ele. Se você puder abençoar esses homens e mulheres de Deus, faça isso, porque será para a Glória de Deus. Vamos orar por essas pessoas que irão pregar o evangelho e vamos orar também pelas pessoas que irão receber o evangelho, que o Espírito de Deus começe a pairar sobre a vida de muitos nesses países e que vidas nunca mais sejam as mesmas.

O site do ministério onde você encontra mais sobre Pr. Manoel é, http://www.expandindo.com.br

See you there!! – Vejo vocês lá!!