Arquivo para abril, 2009

Delirious anunciou novo Batera: Paul Evans é o nome do novo batera do Delirious

Posted in Notícias, Uncategorized on abril 29, 2009 by identidadeblog

g_delirious_g

 

Bem, acredito que a Delirious? seja uma das bandas preferidas pelo pessoal da nossa igreja, por isso, achei relevante postar esta notícia.

THG

 

Após 15 anos; Stew Smith deixa oficialmente o Delirious em Maio e para substituir essa fera dos tambores , o grupo chamou Paul Evans que já tocou com Tim Hughes, Ben Cantelon, Graham Kendrick, Cem Horas, Brenton Brown, Cathy Burton, Matt Redman entre outros.

Essa substituição contou com a benção do próprio Stew que declara: ” Paul é, na minha opinião, um dos, se não o, melhor baterista no nosso estilo. Ele tem paixão, sensibilidade, delicadeza e poder”.

Paul já conhecia o Delirious? antes mesmo da banda se chamar Delirious?, quando ainda era conhecida como Cutting Edge e tocava em eventos no colégio de Paul.

Apesar do Delirious ter anunciado “O Fim de Uma Era” (onde vão encerrar suas atividades no final de 2009) Paul já fez sua participação no novo CD e DVD da Banda gravado ao vivo em Bogotá na Colômbia. O novo batera aparece na capa do site do Projeto junto com Jon, Martin, Stu G, e Tim.

Fonte: Portal Adorando | DotGopel | http://www.delirious.co.uk

Igual a você.

Posted in Artigos, Palavra do último culto, Palavra do Pastor, Uncategorized on abril 28, 2009 by identidadeblog

pe0063259

Todos gostamos de heróis, o heroísmo é algo que mexe com a imaginação de todos nós. Amamos nos projetar em personagens capazes de realizar coisas que nós no nosso comum não podemos. Na maioria das vezes os nossos heróis são irreais, personagens criados para alimentar uma imaginação que  se mantém até certo ponto infantil, e que se diverte com o irreal, com o impossível com o idealizado. Quem não gosta de se emocionar com o heroísmo do cinema, da tv, quem numca buscou num personagem histórico, uma frase, uma idéia ou uma atitude que lhe service de exemplo ou pelo menos de inspiração? Eu posso afirmar que de todos os heróis que já habitaram o imaginário humano em toda a nossa existência na Terra, jamais houve um maior que Jesus Cristo. Ele é o maior, sua história é a mais emocionante, sua missão, seu propósito e o seu sacrifício são a síntese do herói, do líder, do exemplo, do ideal. Ele é, sem sombra de dúvidas, aquele em quem todos deveriam se espelhar. Perfeito.

Agora, na nossa visão moderna de perfeição, de força, de liderança, nós nem sempre podemos encontrar Jesus, pelo menos não a sua verdadeira natureza. Em Marcos cap. 14, nós encontramos a cidade em polvorosa. Há rumores correndo de boca em boca de que alguém foi pago para entregar Jesus. O clima é tenso. E no meio de tudo isso como age o herói, o perfeito, o dono da história resumindo o próprio Jesus?

Alguém poderia dizer que Ele demonstrou uma coragem inabalável, a força de um verdadeiro líder, pelo menos é assim que pensamos que deveria ser. Você já assistiu o filme Coração Valente, aquele filme memorável em que Mel Gibson interpreta o herói escocês Willian Wallace? Naquele filme, quando os soldados de Wallace planejam fugir da derrota iminente no campo de batalha, o herói passa com o seu cavalo pelas fileiras do seu exército gritando: ” Eu não tenho medo de morrer hoje, por nossa causa, e vocês também não deveriam ter medo!”

Que exemplo inspirador, eu mesmo depois de assistir a esta cena me senti pronto para lutar com todas as minhas forças por qualquer coisa. Mas e o nosso herói, afinal, vamos ao que interessa, e Jesus, seria essa a forma Dele agir sempre?

Em Marcos 14:34, nosso Senhor está no Getsêmani, o texto diz que Ele estava angustiado e por demais aflito, ” A minha alma está profundamente triste, numa tristeza mortal”, admite Ele. E a seguir ele faz uma oração sincera, cheia de verdade, onde Ele diz: ” Pai, passa de mim este cálice, mas que não seja feita a minha vontade, mas sim, a tua.”

Queria chamar a sua atenção, para que você se lembrasse que após essa momentânea fraqueza, Jesus encontrou a coragem necessária para se levantar e fazer a vontade do pai, mas também não poderia deixar de mostrar a você, que está lendo, que o maior de todos os heróis, o perfeito, o filho de Deus, também era humano como nós.

Quem numca se sentiu cansado? Quem numca pensou em desistir? Vamos, eu estou falando sério, quem numca se indagou se valia a pena mesmo, experimentar alguns sofrimentos, algumas perseguições, enfrentar problemas decorrentes de uma vida dedicada  a Deus. Eu posso te perguntar isso, talvez já estou nisso a tanto tempo quanto você, e as coisas continuam assim, do jeito que sempre foram – Não é fácil seguir Jesus!

Quantas vezes já nos sentimos, pra utilizar as palavras do mestre: “profundamente tristes”, ou ainda, “angustiados” –  a ponto de dizermos a frase: “passa de mim este cálice”. Quem numca se sentiu mal por isso, quem numca se condenou, por achar que pelo fato de você ser um bom cristão você não tem permissão para se sentir assim. Deixa eu te dizer uma coisa: foi por isso que Jesus passou pelo Getsêmani. Foi por isso que Ele demonstrou cansaço e fraqueza, pra que dessa momentânea fraqueza Deus suscitasse força!

Vamos lá olhe pra Jesus, Ele foi e  é, maior do que qualquer “coração valente”, quando você estiver meio pra baixo, meio abatido, lembre-se Dele, lembre-se que as circunstâncias não podem moldar aqueles que cheios de fé, amam o seu propósito e acreditam em sua missão. Ele é Deus mas também é homem, ele mais do que ninguém te entende, e é por isso que apesar dos percalços, sua graça está disponível, estendida a todos nós. Numca pense que por causa de um mal momento, ou, por um erro, tudo está acabado, por que não está. 

Esse é o herói que precisamos, em quem nos espelhamos, por isso, não desista. Diga o fraco eu sou forte!

Nada pode nos parar. Temos um herói.

Quer saber o melhor? Ele é real. Como eu e você, de verdade.

Pr. Thiago Santana

O que você acha disso?

Posted in Engraçado, I.D.TUBE, Uncategorized on abril 27, 2009 by identidadeblog

Pessoal, eu não resiti, estou postando essa pérola, queria saber o que vocês acham.

Eu quero ir – Lucas Souza

Posted in I.D.TUBE, Uncategorized on abril 24, 2009 by identidadeblog

Todos nós também queremos ir!

Primeiro viaje, depois não esqueça de comentar.

Consciência de Deus conosco.

Posted in Artigos, Palavra do último culto, Uncategorized on abril 22, 2009 by identidadeblog

04_26_10-people-on-the-move_web

Este texto é o resumo da pregação do Diogo no último sábado, também é a estréia dele aqui, no blog, escrevendo. Se você gostar lembre de parabenizá-lo nos comentários. Paz!

Hoje em dia, as pessoas mentem, roubam, pecam e dizem ter a consciência limpa, isto ocorre devido a falta da consciência de Deus. Consciência significa ter ciência, percepção, conhecimento de algo.

Quando Deus deu a missão aos filhos de Israel para entrar na Terra Prometida, Deus deu algumas instruções a Josué, o líder do povo.

 

Josué 1:5-9 “Ninguém te poderá resistir todos os dias da tua vida; como fui com Moisés, assim serei contigo; não te deixarei, nem te desampararei. Sê forte e corajoso, porque tu farás este povo herdar a terra que, sob juramento, prometi dar a seus pais. Tão-somente sê forte e mui corajoso para teres o cuidado de fazer segundo toda a lei que meu servo Moisés te ordenou; dela não te desvies, nem para a direita nem para a esquerda, para que sejas bem-sucedido por onde quer que andares. Não cesses de falar deste Livro da Lei; antes, medita nele dia e noite, para que tenhas cuidado de fazer segundo tudo quanto nele está escrito; então, farás prosperar o teu caminho e serás bem-sucedido. Não to mandei eu? Sê forte e corajoso; não temas, nem te espantes, porque o SENHOR, teu Deus, é contigo por onde quer que andares.”

 

Do mesmo modo que Deus deu a missão ao povo de Israel para conquista da Terra prometida, Jesus nos deu a missão de conquistarmos a nossa “Terra prometida” – o mundo, em  Mateus 28:19-20, Jesus disse: Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; ensinando-os a guardar todas as coisas que vos tenho ordenado. E eis que estou convosco todos os dias até à consumação do século.”

 

O Povo de Israel teve sucesso em seguir a Presença de Deus e obedecer o seu chamado.

Como nós também podemos seguir e obedecer a Deus?

Tendo consciência de que Deus é conosco. Quando Deus instruiu a Josué, dizendo que estaria com ele por onde quer que andares, Deus queria que Josué tivesse sempre consciência desta realidade. Jesus semelhantemente nos deu a mesma promessa, dizendo que estaria conosco todos os dias de nossas vidas.

A nossa consciência de Deus determina a nossa identidade e o que somos capazes de fazer. Ela determina como respondemos a Deus, como encaramos a realidade e como moldamos nossa maneira de viver. A nossa percepção de Deus é um fator importantíssimo para obtermos sucesso em seguir e obedecer a Deus, ou seja, fazer o que Ele quer quando Ele pede.

Josué recebeu a chave da vitória, quando Deus o exortou a ser forte e corajoso. A nossa força e a nossa coragem está diretamente ligada a nossa consciência de que Deus é conosco. A Consciência de Deus Conosco é o segredo de nossa força e coragem.

 

Mas o que sustenta a nossa consciência?

A nossa meditação na palavra de Deus e nos testemunhos de Cristo. Josué foi instruído por Deus a meditar na Lei dia e noite, para que ele não esqueça das coisas que o Senhor tinha feito ao povo de Israel, pois ele lembrando o que Deus fez, ele saberia que Deus estava com ele e faria novamente tudo o quanto ele tinha meditado.

Na época de Josué, a Lei representava apenas o Pentateuco, hoje nós temos a bíblia inteira mais toda intervenção de Deus na humanidade, ou seja, os testemunhos da obra de Jesus em nossas vidas.

            O testemunho cria a consciência que Deus é conosco agora e está pronto para fazer novamente, e a consciência é o segredo de nossa força e coragem.

Em Apocalipse 19:10, vemos que “o testemunho de Jesus é o espírito de profecia”, e toda profecia serve para edificar, exortar e consolar (I Cor. 14:3), logo todos os testemunhos da obra de Jesus em nossas vidas edificam, exortam e consolam aqueles que os ouvem.

A medida que a nossa consciência de Deus conosco aumenta, através da palavra de Deus e testemunhos, a cobrança de Deus também aumenta, mas com a força e coragem que conquistamos pela consciência nós não nos desviamos nem para direita nem para esquerda.

Em Salmos 16: 8, vemos que Davi continuamente buscava a Deus, e colocava constantemente Deus na sua consciência para não vacilar em nenhum momento. Davi, era constante, era disciplinado em manter sempre a percepção de Deus na sua vida.

Temos também que ser disciplinados, como Davi, pois sonhos sem disciplina geram apenas pessoas frustradas que não transformam seus sonhos em realidade. Se queremos passar a ter um relacionamento mais intimo com Deus, ter uma obediência mais radical, fazer o que Deus quer na hora que Ele pede, se queremos conquistar o mundo, temos que nos disciplinar a manter sempre a nossa consciência em Deus, pois nossa realidade interna inicia nossa realidade externa. Sem a consciência da presença de Deus conosco não somos capazes de caminhar em uma obediência radical, logo não somos capazes de conquistar vidas para Cristo.

Seja Forte e Corajoso, alimente sua Consciência de Deus com a palavra e testemunhos da obra de Cristo, Lembre-se que Deus habita em você, o mesmo espírito que ressuscitou Jesus dentre os mortos está dentro de você, tenha sempre consciência disto. Ele está em nós e para conquistarmos o mundo e Ele tem que sair!!!!!

 Diogo Bruno

Feriadão IDentidade!!! Vc não foi???Aaaaaahhhh….então perdeu =P

Posted in Eventos, Uncategorized on abril 14, 2009 by identidadeblog

Essas são algumas fotos do churrasco que rolou Sexta passada (10/04/2009) no feriadão…
A comida tava muito boa!! Todo mundo curtiu, teve piscina, videogame, música e muitas risadas foi show!!! =D

Ele nos Ama!

Posted in I.D.TUBE, Uncategorized on abril 9, 2009 by identidadeblog

*Este post foi copiado do blog www.ministerioatomic.blogspot.com , do nosso amigo Pr. Luciano de Campinas, que esteve ministrando com o Mark Shubert no nosso acampamento em 2008, se você curtiu o post, aproveita e passa por lá também.

Uma verdadeira entrega – John Mark McMillan “How he loves”

“Há alguns anos, um dos meus melhores amigos acordou e foi à uma reunião de oração, ele orou assim:

Senhor, se voce sacudir os jovens desta nação, te dou a minha vida.

Ele disse: Te dou a minha vida hoje se o Senhor sacudir os jovens
desta nação!

E ele morreu naquele mesmo dia num acidente de carro. Ele era
um dos líderes de jovens, e depois eu me tornei um dos líderes. Estávamos todos quebrados pela morte dele, pois todos nós o amávamos muito.
Mas ao mesmo tempo, quando ele ofereceu esse sacrifício precioso, acreditávamos que um movimento iria surgir de
sua morte, nada como Jesus, mas… ele disse: Senhor se o Senhor sacudir os jovens desta nação eu entrego a minha vida!!!
E o Senhor o levou à morte! Então, temos que crer que se o Senhor respondeu à primeira parte da oração – eu entrego a minha vida – ele responderá à segunda também – sacudir os jovens da nação!

Me tornei líder dos jovens por três anos e pensei: Quando é que
esse movimento irá começar?

– Quando é que isso irá acontecer?

Eu me encontrei com vários jovens muito legais e muitas coisas legais aconteceram, mas um movimento nos jovens não aconteceu! E anos depois eu senti que todos tinham se esquecido! Pensei que todos tinham se esquecido! E que eu era o único. E eu pensei: Senhor, de que adianta? 3 anos!! E nada veio de sua morte!!! Ele era meu melhor amigo, Senhor!!
Alguns meses depois eu estava numa conferência e Lou (Engle, do The Call) estava lá, eu comecei a cantar, e ele não sabia o que era, e disse: Vamos cantar isso no estádio. Eu fiquei carregando isso na minha mente: Vamos cantar isso num estádio…
Me lembrei, então, de ter acordado no dia seguinte à morte dele e escrito esta canção. E não é minha canção! Ela tem asas. Por todos os lugares que eu vou, recebo e-mails de jovens que tem sido libertos e pessoas que tem sido salvas só de ouvir essa música. E essa música não tem nada a ver comigo! Talvez eu seja arrogante, mas eu não sou arrogante nisso! Por que eu realmente acredito que essa música é, de alguma forma, o cumprimento de sua promessa: fazer algo com os jovens da nação.

Então eu escrevi essa música. Não é nem um canção de adoração, mas é a história de um cara chamado Stephen que encontra o Senhor pela primeira vez depois de ter morrido. Mas eu canto como se fosse um canção de adoração pois eu acredito que essa música irá sacudir os jovens da nação! E não importa se for sacudir os jovens da nação essa noite ou em qualquer outra, eu tenho que crer que irá fazer algo com os jovens da nação. Mas então cante comigo essa canção como quem intercede pelos perdidos e quebrados que precisam conhecer a verdade!

O real e profundo amor que só Jesus tem a oferecer!”

John Mark McMillan
_________________________

“Ele nos ama”

Ele tem ciúmes de mim
Me ama como um furacão, e eu sou uma árvore
Deitada com o peso do vento de misericórdia

Quando eu estou, escondido em Tua Glória
as aflições não existem
Percebo quão Grande e Lindo Tu és
e os teus cuidados por mim

Ó como Ele nos ama
Ele nos ama tanto
Ele nos ama

Eu sou sua porção, Tu és o meu prêmio
atraído por teus olhos de fogo
Tua Graça é o oceano
me afogarei

Ele nos ama
Ele nos ama
Ele nos ama
Ele nos ama

_______________________